Yantra Ohm Terapia


Tratamento para Estrias

26/10/2009 09:37

O QUE SÃO ESTRIAS?

São linhas ou faixas deprimidas de coloração avermelhada, rosada ou arroxeadas, que com o passar do tempo se tornam brancas, lisas, brilhantes e deprimidas (baixas). Ocorrem principalmente na parte superior e lateral ou medial da coxa, abdômen (barriga), seios, nádegas, poplítea (atrás do joelho), cubital (atrás do cotovelo), dorso (costas) e em qualquer área onde possa haver alargamento da pele.

Na derme, camadas mais profundas da nossa pele, existem fibras e mais fibras de colágeno e elastina, responsáveis pela elasticidade. Às vezes e pelos mais variados motivos, que você vai ler logo depois, a derme se rompe em alguns pontos. Resultado: as fibras em volta dos locais onde houve o rompimento ficam desarranjadas, formando uma espécie de cicatriz, avermelhada no início, esbranquiçada depois.

QUAIS SÃO AS CAUSAS?

- Você cresce muito rápido e a pele não acompanha o crescimento, rompendo-se em alguns lugares.
- Você engordou muito de uma hora para outra. Acontece a mesma coisa a pele não acompanha o crescimento e se rompe.
- Há um desequilíbrio hormonal no seu organismo. Quando um hormônio chamado cortisol é fabricado em excesso, há um enfraquecimento das fibras da pele, provocando o aparecimento de estrias. Tomar medicamentos que contenham cortisona(um derivado do cortisol) ou aplicar pomadas que tenham essa substância também pode dar origem ao problema.
- Maus cuidados com a pele, sol em excesso (ele fragiliza as fibras), banhos muito quentes e pouca hidratação.
- Pouco exercício ou exercício em excesso: quem não se mexe não estimula a circulação sanguínea, e pele mal-alimentada fica fraca mesmo. O excesso de malhação também pode fazer mal, quem faz muito exercício localizado (musculação, principalmente) aumenta a massa muscular e a pele corre o risco de arrebentar, ao tentar cobrir toda a musculatura que você ganhou durante as aulas.

QUEM É MAIS AFETADO POR ELAS?

As mulheres são mais afetadas em 85% dos casos, surgem principalmente na adolescência e em quase 75% das mulheres durante ou após a gravidez.Os homens também são afetados, porém em uma escala menor.

É POSSÍVEL PREVINÍ-LAS?

É praticamente impossível preveni-las devido primeiramente ao fato de não sabermos quando e em quem elas ocorrerão. Em segundo plano deve-se a causa ser uma alteração interna ao nível das fibras elásticas, não sendo possível interferir neste processo. O uso de hidratantes e óleos podem ajudar a prevenir o surgimento durante e após a gravidez, mas não impedir.

SOBRE O TRATAMENTO


TÉCNICA UTILIZADA:

Utilizo a técnica da micropunturação interna e externa (feitas com agulhas de acupuntura) atraindo a irrigação sangüínea para as estrias, promovendo uma regeneração ou seja, uma cicatrização parcial do tecido, afinando-as de dentro para fora e melhorando o aspecto de pigmentação devido ao retorno da produção de melanina local. Para potencializar as estimulações utilizo ainda um eletroestimulador próprio nos tratamentos de acupuntura estética, moxabustão com bastões de artemísia e ventosaterapia. Neste tratamento é levado em consideração o histórico do paciente, ou seja, se há no momento do tratamento algum problema fisiológico acometendo-o para estabilizarmos com acupuntura e auriculoterapia, braços da medicina chinesa. Este processo é realizado após uma rigorosa anamnese (entrevista com o paciente).

TIPO DE ESTRIAS TRATÁVEIS:


São aquelas que são de médio e fino calibre, tardias ou não, que ainda não lesionaram a parte superficial da pele, deixando-a extremamente rugosa.

DIFICULDADES EM TRATAMENTO:


Locais com extrema flacidez com estrias bem largas.

MÉDIAS DE RESULTADOS:

Com uma técnica eficaz e extremamente bem aplicada até hoje os resultados são de uma melhora muito considerável, variando de acordo com a capacidade de cicatrização de cada indivíduo, porém até hoje com respostas não inferiores a 70%.

TEMPO DE TRATAMENTO:


O tempo de tratamento vai variar de acordo com tipo de pele e de estrias a se tratar. Com uma média de 10 sessões, com intervalos não maiores que 15 dias, pois se trata de regeneração celular.

CONTRA INDICAÇÕES:


Não há contra indicações neste tratamento, porém observa-se um prazo de 48 a 36 horas após a sessão para exposição ao sol.

 

-> Agradecimento à Michelle Marques (http://www.michellemarques-tratamentoparaestrias.blogspot.com/)

—————

Voltar